Meus 6 hábitos para manter o inglês bonito.

Meu primeiro emprego foi numa multinacional estadunidense com diversos nortes americanos trabalhando ao meu redor, não precisava me preocupar em melhorar o inglês, já o fazia boa parte do tempo no trabalho, minha dicção, escrita, compreensão e vocabulário foram desenvolvidos ricamente.

Mas quando fui trabalhar numa Trading Company, senti que a qualidade caiu pelo pouco uso, demorava mais para elaborar e-mails e as palavras me fugiam durante conversação. Qualquer habilidade adquirida, independente do quanto nos dedicamos para aprendê-la, será perdida se não for usada.

“É frustrante notar que uma qualidade regrediu, pois só notamos quando precisamos dela”.

Essa situação é antiga, eu era um Jonas jovem, desbarbado, com forte sotaque de colono (melhor sotaque), cheio de sonhos e ainda um pouco idealista, mas a preocupação em cuidar do inglês começou ali e nunca mais negligenciei. Creio que a necessidade de exercitar está clara então vou lhe mostrar como pratico.

Filmes e seriados

Sei que todo mundo dá essa dica, mas deve ser porque funciona, certo? Muito útil para praticar a compreensão e enriquecer o vocabulário, procure conteúdo que tenha o inglês como idioma nativo, não vá assistir La Casa de Papel ou Chaves né.

netflix

Eu gosto de assistir com legenda em inglês para não ficar pausando e voltando se não compreender algo, claro que me educo para olhá-la somente se necessário, se você precisa de legenda e gosta de assistir mais de uma vez o mesmo episódio ou filme, aproveite para assistir até que consiga ver sem ela.

Se não sabe o que assistir, a Aníbia Machado fez um artigo recomendando 5 séries para se divertir e aprender inglês.

Jogar Videogame.

Não despreze a capacidade que essa atividade tem de ensinar inglês, esta é para mim a principal fonte, os jogos modernos possuem histórias complexas, que exigem que o jogador tome decisões que afetam toda a trama.

Antigamente os jogos eram bem mais simples no quesito história, mas lembro que foi jogando Super Mario Bros onde aprendi inglês pela primeira vez… E também fiquei frustrado.

Mario
Como assim a princesa está em outro castelo!?!?

Se você já joga videogame, lembre-se de colocar a legenda e dublagem em inglês, para lhe ajudar na compreensão e vocabulário. Se nunca jogou nada, mas está disposto a tentar, recomendo os jogos da empresa Telltale (nesse link tem a biblioteca deles), eles não exigem habilidade nos dedos e há muita história boa para interagir.

The walking dead
Pergunta para o seu amigo gamer se não escorreu uma lágrima quando ele terminou esse jogo.

Produtores de conteúdo.

Como não estou imerso 24 horas de meu dia no inglês, é impossível saber todas a palavras, gírias e cultura dos mais variados assuntos. Por isso gosto de seguir no LinkedIn a Elaine Florencio e a Erika Belmonte que sempre postam ótimo e dinâmico conteúdo para melhorar principalmente o vocabulário e dicção, também tem o canal no Youtube Amigo Gringo, que vai além do idioma com muito bom humor.

Leitura de notícias e artigos.

Quer desenvolver a escrita, aprender termos específicos e expandir seus sinônimos no vocabulário? Então, partiu leitura!

Bons textos sobre qualquer assunto é o que não falta, mas é importante variar os temas para não limitar o conteúdo. Para notícias confiro principalmente estes três:

Para artigos, me limito a uma única fonte, o Harvard Business Review aborda os mais variados assuntos com embasamento de qualidade, impossível que um destes 3 textos abaixo não lhe interessem a ler:

Aprendi muito com esse último a trabalhar melhor nesses escritórios sem paredes, não sou fã da ideia.

Ouvir música com o Musicxmatch.

Não sou do tipo que para tudo o que está fazendo para apenas ouvir música, ouço quando estou dirigindo, lavando louça, limpando a casa, passeando com meu cão e trabalhando (foi o jeito que achei para fugir das distrações), e é durante estes afazeres que o app Musicxmatch se destaca para aprimorar a compreensão.

photo5046704023431915486

Assim que dou o play no Spotify, uma página suspensa do app abre com a letra que vai passando conforme a música toca, então se estou ouvindo algo que não estou compreendendo, basta olhar para a tela e ver a letra.

E não se preocupe com a biblioteca pois ela atende todos os gostos, Michael Jackson, Metallica, Maroon Five, The Offspring, Lady Gaga, Arctic Monkeys, Bruno Mars, Tupac…sério, tem até Wando (longe de mim desmerecer esse sedutor).

 

 

 

 

 

Praticar no trabalho.

Aqui que coloco em prática o resultado das atividades anteriores, valorizo cada oportunidade que tenho no trabalho, seja mandando e-mails para melhorar a escrita, ou testando a dicção, compreensão e vocabulário ao ligar para o fornecedor ou marcando reuniões presenciais com os estrangeiros que estão vindo ao Brasil.

Sei que nem todos têm essa oportunidade no trabalho, mesmo quem atua no Comércio Exterior, mas se um colega ou superior realiza reuniões com o pessoal de fora, será que não rola de pedir para participar? Mesmo que seja para ficar quieto ouvindo, com certeza seu chefe vai gostar de saber que está preocupado em melhorar o inglês.

***

Não sou professor de inglês, nem formado em letras, minha intenção é tão somente apresentar o que tenho feito e tem funcionado na minha atual rotina. Elas também servem para aprender inglês, pois são raras as pessoas que aprendem apenas fazendo curso, idiomas exigem bem mais dedicação que isso.

E você, leitora(o)?

O que achou? Usa alguns desses hábitos? Tem outra opção para contar aos leitores? Divida conosco nos comentários!

E antes de ir embora, não esqueça de me seguir e fechar a porta 🙂

Quem é o Jonas?

É um cara formado em comércio exterior, que trabalha há mais de dez anos com  importação, compras e logística internacional, e continua apaixonado pela falta de rotina que essa vida tem! Agora ele quer dividir essa experiência com todos, de forma simples e bem humorada.

Além de aprimorar a escrita no Linkedin, pratica artes marciais, enfrenta eternamente sua pilha de livros, joga vídeo game desde o Atari e também curte ajudar os outros profissionalmente.

Talvez ele possa te ajudar, que tal procurá-lo?

Deixe uma resposta