Agentes de Carga, precisamos conversar sobre seu saturado marketing.

Era mais um daqueles dias especiais no comércio exterior, em que tudo conspira para dar errado: vistoria cancelada porque o fiscal não quis pegar chuva, Siscomex não funcionava, um exportador que inventou feriado para justificar o atraso na entrega da mercadoria e outro com quem passei a tarde discutindo por e-mail sobre o porquê de precisarmos da Fatura Comercial assinada à caneta.

O telefone toca, pauso a playlist do Sam Smith que tentava me acalmar e atendo:

Você do comércio exterior deve conhecer essa história.

– OLÁ! TUDO BEM? – Me pergunta um jovem de voz nervosa e ainda não corrompido pela realidade do mundo, penso por um segundo se abro meu coração com aquele estranho e respondo: (mais…)

Como a enchente de 2008 em Santa Catarina me afetou na importação.

Sexta-feira, 21 de novembro de 2008, a Receita Federal do Brasil (RFB) havia desembaraçado o eixo para embarcação do tipo PSV que tinha parametrizado no canal vermelho, a mercadoria era muito aguardada, por isso nos esforçamos para tirar do armazém no porto de Itajaí, unitizar no container e transportar para o estaleiro no mesmo dia.

Tivemos sucesso na importação, foi um dia com gostinho de dever cumprido, mal podia esperar para chegar em casa e relaxar jogando Nintendo Wii. O retorno para casa seria como nos últimos 2 meses, andando devagar na BR 101 entre  Navegantes e Balneário Camboriú embaixo de chuva, ora garoando, ora mais forte, mas nunca parava.

Ninguém aguentava mais ouvir aquele maldito barulho de chuva. (mais…)

3 dicas para contornar o pagamento antecipado na importação.

Amado pelos exportadores e considerado a uva passa das formas de pagamento pelos importadores, a condição Antecipada nas compras internacionais é a primeira opção oferecida quando faço compras de empresas com as quais nunca negociei antes.

No comércio exterior brasileiro, são considerados pagamentos antecipados todos que forem realizados antes do embarque da mercadoria para o importador, mas alguns exportadores consideram “antecipado” com base na responsabilidade definida pelo Incoterm escolhido ou outro fato gerador específico.

Digo isso pois não quero me apegar à parte técnica e sim em como ter mais sucesso na negociação – antes, porém, quero mostrar como o pagamento antecipado dificulta as importações: (mais…)

O que eu aprendi depois de 21 artigos no Linkedin.

Senti a necessidade de refletir depois destes 21 artigos, sei que não é um número gigante (nem redondo, perdão para a turma do TOC), mas foi há 6 meses atrás que publiquei meu primeiro texto e, de lá para cá, cometi diversos erros e acertos que contribuíram para as importantes evoluções profissionais e pessoais que me ocorreram, sobre os quais tratarei aqui para que aproveitem o LinkedIn com eficiência e/ou sintam-se estimulados a usá-lo com constância.

– Mas por que 21? – Sei lá! Eu olhei minha lista maluca de ideias e não quis nenhuma, nem decidi ainda o assunto do próximo artigo. (mais…)

Quando eu quase desisti do comércio exterior.

Era meu terceiro ano na carreira de comex, quando surgiu a oportunidade de participar de um projeto no trabalho, um pouco fora da rotina de importação, mas ainda ligado ao comércio exterior. Quando fiquei sabendo dela, me apressei a falar com meu chefão norte americano:

“Hey boss, I´m interested to work in this project, count with me.”

Confesso que não lembro se foram essas palavras, só tenho certeza que pedi apenas para participar, mas resolveram centralizar todo o trabalho em mim, o que eu adorei, é claro! Mais glória para o Jonas! Pensava assim por ser jovem, idealista e moleque por ainda achar que salário e nome do cargo me definiam como profissional.

Mas a vida estava providenciando me ensinar que ascensão profissional não vem sem custo.

(mais…)

Meus 6 hábitos para manter o inglês bonito.

Meu primeiro emprego foi numa multinacional estadunidense com diversos nortes americanos trabalhando ao meu redor, não precisava me preocupar em melhorar o inglês, já o fazia boa parte do tempo no trabalho, minha dicção, escrita, compreensão e vocabulário foram desenvolvidos ricamente.

Mas quando fui trabalhar numa Trading Company, senti que a qualidade caiu pelo pouco uso, demorava mais para elaborar e-mails e as palavras me fugiam durante conversação. Qualquer habilidade adquirida, independente do quanto nos dedicamos para aprendê-la, será perdida se não for usada.

“É frustrante notar que uma qualidade regrediu, pois só notamos quando precisamos dela”.

Essa situação é antiga, eu era um Jonas jovem, desbarbado, com forte sotaque de colono (melhor sotaque), cheio de sonhos e ainda um pouco idealista, mas a preocupação em cuidar do inglês começou ali e nunca mais negligenciei. Creio que a necessidade de exercitar está clara então vou lhe mostrar como pratico. (mais…)

Por que importo mais no modo aéreo que no marítimo consolidado.

*Caso seja novo no Comex: Marítimo Consolidado é o embarque que reservamos uma parte do container e dividimos o resto dele com outros clientes, conhecido pela sigla LCL (Less Than Container Load).

Já estou há 10 minutos pensando numa introdução para me explicar sobre LCL e aéreo, mas só me vem aquelas ideias sonolentas como: O comércio exterior está em constante buZZZzzzZZZca de redução custos, nosso atual cenário exige conseguirmoZZZzzzZZZ mais do que nunca, para continuarmos competitivozzzZZZzzz nessa atual crise.

Que chato, já bastou minha monografia para escrever desse jeito.

Quero dar uma dica simples, nada muito inovador, mas que a maioria dos novatos na área demoram para se dar conta, normalmente porque o professor de logística te ensinou rasamente que o embarque aéreo é o mais caro, porém mais rápido.

Ah vá! (mais…)

5 razões para não importar com frete incluso.

Era meu primeiro dia de trabalho na nova multinacional que iria atuar, a empresa estava há menos de um ano e meio no Brasil e eu seria responsável por cuidar das importações desde o momento que a compra fosse fechada até a chegada da mercadoria em nosso armazém.

Eu adoro isso, cuidar do início ao fim, trabalhar junto do Despachante Aduaneiro, Agente de Carga, definir modo de embarque, frete, viabilidade, controlar pagamentos internacionais, classificação fiscal…

Fazer acontecer sabe? Ah, é muito bom!

Depois de ser apresentado para todos da empresa e não decorar o nome de quase ninguém, sento em minha mesa e começo a receber os Pedidos Compra (Purchase Order, ou só PO) para iniciar os trabalhos, mas quando confiro os Incoterms, vejo que predomina CIF, CIP, CFR e CPT (frete internacional será contratado pelo vendedor), achei muito estranho e pergunto a razão.

– A matriz da empresa tem como padrão comprar com frete incluso e definiram o mesmo aqui. (mais…)

No comércio exterior, tempo é prejuízo.

O momento não poderia ser mais conveniente para tratar deste assunto no âmbito do comércio exterior: o mercado interno sofre com inflação, alta do desemprego e do dólar e, como se não bastasse, problemas sociais/políticos que em nada colaboram.

E não é preciso nem informar aqui o número destes indicadores, sentimos a dificuldade na pele, é o carro que vendemos ao invés de trocar, “vagas” de emprego que pagam salário de analista com responsabilidade de supervisor, aquele sonhado MBA que precisará esperar ou o dinheiro da entrada no imóvel que continuará na poupança por mais tempo. (mais…)

Meus conselhos a quem procura uma pós-graduação.

Desde que comecei a escrever no LinkedIn, uma quantidade relevante de pessoas tem me questionado se vale a pena investir numa pós-graduação, e mesmo não sendo pago para aconselhar me preocupo com a resposta, pois é um grande investimento financeiro e profissional para eu responder igualmente a todos.

Cada pessoa vivencia uma situação específica, com diferentes objetivos e experiências profissionais.

Por isso escrevo motivado a atender estes em dúvida, da mesma forma sincera que fiz quando dei Meus Conselhos aos Iniciantes no Comércio Exterior, você não verá aqui dicas óbvias de artigos patrocinados por instituições de ensino e com aqueles depoimentos mais mentirosos que da época do Orkut.

(mais…)