O que aprendi no intercâmbio Work Experience.

Um dos conselhos que dei aos iniciantes no Comex neste artigo foi que um inglês de qualidade é mais importante que o diploma, acho que são raras as pessoas que conseguem desenvolver o idioma rapidamente apenas com aulas e praticando por conta, por isso sugeri morar e trabalhar fora do país.

Algumas pessoas me perguntaram como é possível morar fora e trabalhar legalmente e contei que eu participei do programa Work Experience USA. Como defendo fortemente que o profissional de Comércio Exterior deve ter inglês de qualidade, vou contar aqui alguns causos e as principais lições que tive. (mais…)

Seu baita produto não compensa sua exportação medíocre.

Eu sou passional com importação, os desafios me mantém interessados e tenho aquele prazer de dever cumprido com cada processo finalizado, porém a passionalidade também me faz sofrer, quando surgem dificuldades para desenvolver os trâmites.

Claro que não é qualquer problema que me exalta, a experiência, idade e um bom gerenciamento de risco, me tornaram tolerantes com os erros, estou ciente que eles acontecem, então resolvo e busco soluções para que não se repitam.

Mas o que me tira do sério mesmo, é quando o exportador age com descaso. (mais…)

Explicação prática dos canais de parametrização na importação.

Navegantes, Santa Catarina, 07:03 da manhã, o jovem Jonas, cheio de sonhos e objetivos, bebe um café quente para se esquentar, é metade de julho, o termômetro marca 10 graus, mas o vento do rio que chega no estaleiro causa uma sensação térmica de “menos todos’’ graus.

Com o calor da bebida, os dedos voltam a responder, hora de conferir quais importações estão disponíveis para registro. (mais…)