O comodismo no comércio exterior pode lhe causar mais que prejuízos.

Seu Reginaldo adicionava açúcar em seu café numa quantidade que o impossibilitaria de se aposentar no Brasil, quando o diretor o percebe na cozinha da empresa e pergunta:

– Reginaldo, o que você entende de comércio exterior?

– Hum, leio os textos de um cara que escreve sobre isso no LinkedIn, mas não tenho expe…

– Muito bem, queremos importar um container de cabos elétricos, você será o responsável pela importação. – Seu Reginaldo, estagnado como gerente financeiro há 5 anos, analisa a oportunidade em 2 segundos e responde. (mais…)

Dicas para você buscar e conquistar o primeiro emprego.

Provável que se você decidiu ler esse artigo, independente do segmento, sabe melhor que eu quão difícil está para conseguir uma entrevista de emprego (ser contratado então…). São vários competindo contigo em busca da primeira oportunidade para desenvolver a tão necessária experiência profissional exigida na maioria das vagas. 

Além da difícil busca de conseguir oportunidades que consiga se encaixar, é comum vermos empresas sem a mínima noção determinando pré-requisitos inalcançáveis. (mais…)

5 maneiras de como o exportador pode prejudicar sua importação

A empresa deseja investir em novo maquinário para a modernizar a planta industrial e encontramos um exportador na Alemanha capaz de fornecer o que desejávamos.

Enquanto a engenharia analisava as informações técnicas, preparo o estudo de viabilidade da importação, levantando todos os custos logísticos e tributários, além de alinhar com o despachante aduaneiro e setor fiscal para conferir quais benefícios aduaneiros poderemos aplicar.

Informações apresentadas à diretoria, concluem ser viável a importação. Concluída a negociação da compra com sucesso, nos preparamos para iniciá-la.

1. Não entregar no prazo.

Como o Mr. Klaus não respondeu meu e-mail de ontem, resolvo ligar para ele:

– Bom dia Sr. Klaus! Aqui é o Jonas da ‘Keep Calm & Keep Importing LTDA.’’, como está meu amigo? (mais…)

Meus conselhos aos iniciantes no comércio exterior, parte 2.

Há quase um ano publiquei a Parte 1 deste artigo e foi a partir dela que comecei a conhecer e conversar com diversos profissionais de comércio exterior, seja através dos comentários, seja inbox e uma pequena parte pessoalmente.

Isso, para mim, é uma das melhores recompensas por escrever 🙂

E tanto contato profissional facilitou o trabalho de preparar mais estes conselhos, pois através deles adquiri mais experiências capazes de aprimorar minha perspectiva para reunir o que acredito ser relevante para essa segunda parte.

O objetivo do texto continua o mesmo do primeiro, ajudar a nova geração em início de carreira a não cometer erros ou chegarem a ponto de concluir que não serão felizes nessa, para procurarem outra o mais cedo possível.

Seu primeiro emprego vai ser bem chato.

(mais…)

7 novidades sobre a DUIMP e o Novo Processo de Importação

A Receita Federal do Brasil, através dos acordos de facilitação da Organização Mundial das Aduanas (OMA), está modernizando e desburocratizando o comércio exterior brasileiro com a implantação do Novo Processo de Importação e, num futuro próximo, realizaremos as importações unicamente pela DUIMP – a Declaração Única de Importação.

É previsto que o novo sistema seja disponibilizado em 2020, mas ele já está na fase piloto desde outubro de 2018 para as empresas com certificação OEA-C Nível 2 – logicamente não iriam convidar algum importador de skate elétrico de qualidade duvidosa, que está preocupado apenas em cortar despesas a qualquer custo. (mais…)

3 histórias que mostram como ultrapassados Dress Codes são prejudiciais.

Este calor de janeiro, que novamente fez eu desejar ter nascido na Noruega, me lembrou desse mesmo mês em 2012, quando pela primeira vez eu entrei em conflito por causa de dress code.

Trabalhava numa pequena empresa onde as regras de conduta, postura e vestimenta eram determinadas na informalidade e jurisprudência, ou seja, bastava olhar como os mais antigos e chefes se comportavam e vestiam para copiar. Não havia uniforme, seguíamos o clássico: calça jeans, calçado fechado (Exceto pantufa) e camiseta básica ou polo.

Mas neste mês específico, eu e demais colegas de sala estávamos preocupados com nosso ar condicionado, um guerreiro chinês de marca desconhecida e nome impronunciável que, ao longo de dezembro, notamos que estava perdendo as forças, o calor era constante, mas tínhamos que baixar um grau a cada semana que passava. (mais…)

Como a falta de profissionalismo encarece os custos de comércio exterior.

Quero fazer uma pergunta a você cliente, que decide qual agente de carga vai realizar o frete internacional, qual despachante aduaneiro cuidará da nacionalização/desnacionalização, qual instituição financeira emitirá o contrato de câmbio ou qual trading company supervisionará toda a operação:

Como você tem tratado estes seus contratados e todos os outros que participam do seu comércio exterior?

(mais…)

5 benefícios de possuir um setor de importação dentro da empresa.

A balança comercial de 2018 fechou com 181 bilhões de dólares de importados, 43,64 bilhões a mais que 2016, este havia sido o último ano que o valor anual das importações fechou em queda comparado ao ano anterior, resultado que se repetia desde 2014.

Esse feito foi alcançado mesmo com a cotação do dólar (USD) judiando as compras internacionais, que no início de janeiro estava na casa dos R$3,20 e fechamos o ano em R$3,90, depois de bater e passar dos R$4,20 em setembro… Não foi um ano gentil com nossas viagens internacionais e comprinhas em sites estrangeiros.

importações 2013~2018
Saldo anual das importações Brasileiras, 2013 a 2018 – Comex Vis

O Comércio Exterior brasileiro é movimentado por empresas de todos os portes, e analisando o gráfico acima é possível imaginar que muitas delas desde 2016 começaram (ou recomeçaram) a importar e conforme o volume de processos cresce, torna-se rotina nas atividades da empresa e indispensável que um setor de importação cuide delas. (mais…)

Quanto imposto pagamos nos presentes importados de natal?

Chegamos então nesta época mágica (para o comércio) em que somos socialmente obrigados a comprar presentes para pessoas queridas (ou não). Muito do que compramos é importado e por isso pensei, por que não conferir quanto que esse braziuzão querido “solicita” encarecidamente que paguemos de impostos incidentes na importação?

Cara, pensa num homem arrependido.

Claro que não posso sofrer sozinho, por isso, montei essa lista com 5 produtos populares na lista de presentes de Natal, para conferirmos as alíquotas e o quanto elas encarecem o produto.

Mas antes da lista, algumas rápidas ponderações:

(mais…)

Como podemos evitar ser um robô no trabalho e não ser demitido por um?

Já notaram que quando estamos realizando um trabalho repetitivo, nos comportamos similarmente a robôs?

Realizamos os procedimentos sem desviar o foco, sem lembrarmos dos detalhes de como fizemos, ausente de sentimentos e da noção de tempo, até esquecemos de tomar café ou água e só vamos ao banheiro quando a situação está crítica.

No livro Inteligência Emocional, o autor chama esse estado de Fluxo e conta como ele é presente entre artistas, profissionais do esporte e artesãos que chegaram na maestria de agir sem pensar.

Muhammad Ali e sua maestria do Fluxo em prática.

Mas entrar em Fluxo na frente de um computador por 8, 10, 14 horas para unicamente alimentar sistemas ou enviar e-mails padronizados, não faz de você um artista e muito menos um atleta. (mais…)